Publicidade em videogames vai demorar a crescer

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008 16:33 BRST
 

Por Franklin Paul

NOVA YORK (Reuters) - Os especialistas vêm dizendo há anos que a publicidade incorporada a videogames um dia vai se tornar um negócio considerável. Mas parece que esse dia demorará a chegar.

Os executivos que participaram da Reuters Media Summit esta semana disseram que a economia em crise deve forçar empresas e anunciantes a procurar novas maneiras de chegar aos consumidores.

Isso poderia significar mais esforços de marketing usando objetos, prêmios e cartazes que aparecem em videogames, um setor que está florescendo e continua a crescer mesmo que os consumidores estejam contendo os gastos com outros produtos supérfluos. O conceito é semelhante ao de anunciantes que pagam por merchandising de seus produtos em filmes de Hollywood.

Mesmo assim, os videogames como mídia publicitária não devem registrar muito impacto sobre o movimento de 150 bilhões de dólares previsto para o setor publicitário dos Estados Unidos em 2009.

Shane Kim, vice-presidente de estratégia e desenvolvimento de negócios do setor de videogames da Microsoft--que inclui o popular console Xbox 360--, disse que até agora a publicidade não é uma parte importante do mix de negócios do setor.

"Nos próximos seis a 12 meses, enquanto passamos pela crise, esse fator provavelmente não terá impacto sério para nós ou o setor, para ser franco", ele disse.

Existe publicidade em videogames há mais de uma década, e a mídia recebeu atenção da imprensa em outubro quando um outdoor com mensagem de campanha de Barack Obama foi veiculado no jogo de corridas "Burnout Paradise", em outubro.

As estimativas quanto ao crescimento da publicidade em videogame variam consideravelmente, e diversos especialistas prevêem que ela superará os 100 milhões de dólares este ano e chegará ao bilhão de dólares em 2011.

Strauss Zelnick, presidente do conselho da Take-Two Interactive, produtora da bem sucedida série "Grand Theft Auto", diz que um problema pode ser o fato de que publicidade em videogames poderia distrair os jogadores.

"Publicidade que atraia a atenção do consumidor vai afastá-lo da experiência de entretenimento", disse Zelnick.