Microsoft venderá via Web toda sua linha de software

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008 18:39 BRST
 

Por Ritsuko Ando

NOVA YORK (Reuters) - A Microsoft em breve lançará online uma linha completa de seus produtos de software, entre os quais o pacote Office, e espera que a crise econômica ajude a acelerar o crescimento do mercado incipiente de software via Web, afirmou um importante executivo da empresa nesta segunda-feira.

Stephen Elop, presidente da divisão empresarial da Microsoft, está liderando a chegada da empresa ao mercado de "software como serviço", que oferece programas que ficam instalados em servidores online e não na máquina do usuário.

Ao usar a Web para hospedar software como o Microsoft Office, além do programa de email Exchange e o software de colaboração SharePoint, os clientes da Microsoft poderão economizar em equipamento e manutenção de servidores.

"O que acreditamos é que em cinco anos 50 por cento do uso do Exchange e do SharePoint acontecerá em nuvem", disse Elop em entrevista à Reuters.

"De agora até lá, por um ou dois anos, não se sabe, teremos momentos econômicos difíceis, o que significa que podemos esperar movimento firme naquela direção, muita gente tirando vantagem disso", ele acrescentou. "Creio que a economia ajudará nesse sentido", acrescentou.

A incursão da Microsoft ao software como serviço surge diante de concorrência do Google Inc, cujo Google Apps oferece serviços gratuitos via Web, entre os quais agenda, recursos de colaboração, email e software para mensagens.

A Microsoft anunciou planos para atualizar seu software Office a fim de incluir versões online dos populares programas Word e Excel. Elop disse que a empresa em breve anunciaria ampla gama de serviços, incluindo versões gratuitas de programas bancadas por publicidade.

"Esperamos que todos os recursos do Office, da versão avançada a versões simples e leves, estejam disponíveis com uma série de opções: bancados por publicidade, em sistema de assinatura, por meio de licenças do modo tradicional, e assim por diante. Podem esperar uma linha completa", ele afirmou.

Elop não informou a data prevista de lançamento, mas disse que "em 2009 vocês verão muitos avanços nessa área".