Texas Instruments e mais três cortam meta de vendas de chips

terça-feira, 9 de dezembro de 2008 14:02 BRST
 

Por Sinead Carew e Jennifer Martinez

NOVA YORK/ SAN FRANCISCO (Reuters) - A fabricante de chips Texas Instruments e sua concorrente National Semiconductor, de menor porte, reduziram as projeções de receita no trimestre atual para menos do que Wall Street esperava, já que a demanda por chips para celulares e chips analógicos está praticamente paralisada.

As fabricantes de chips Broadcom e Altera também alertaram na segunda-feira sobre demanda inferior à esperada.

As ações da TI caíam quase 8 por cento, enquanto as da National Semiconductor perdiam 14 por cento, depois que ambas ofereceram projeções de queda dramática e consecutiva da ordem de 30 por cento nas vendas durante o trimestre que normalmente é o mais forte para esse segmento devido às fortes vendas de eletrônicos na temporada de festas.

Ambas planejam cortar produção e fechar temporariamente algumas fábricas.

A TI reduziu sua projeção de receita no trimestre atual para bem menos que as expectativas de analistas, que já estavam baixas após a Nokia, maior fabricante mundial de celulares e principal cliente da TI, fazer dois alertas consecutivos sobre queda na demanda em menos de três semanas.

"As condições devem piorar mais antes de melhorar", disse Ron Slaymaker, vice-presidente de relações com investidores da TI, em conversa telefônica com analistas.

Ele acrescentou que as vendas do primeiro trimestre, em geral 4 por cento mais baixas que as do quarto trimestre, também cairiam significativamente, mas não na mesma proporção do trimestre atual.