9 de Dezembro de 2008 / às 21:44 / 9 anos atrás

Trabalhadores do Yahoo saberão sobre demissões na 4a feira--fonte

SAN FRANCISCO (Reuters) - O Yahoo irá mandar 1.500 empregados embora na quarta-feira, após anunciar em outubro que as demissões aconteceriam no final do ano, afirmou uma fonte ligada ao assunto nesta terça-feira.

A data esperada para o anúncio e alguns detalhes foram noticiados nesta semana pelo All Things Digital, um blog que cobre os acontecimentos no Vale do Silício. As demissões atingirão mais fortemente as áreas com mão-de-obra intensiva, como recursos humanos e finanças.

O blog afirmou que as demissões devem afetar mais de 1.500 pessoas, ou aproximadamente 10 por cento da força de trabalho do Yahoo, e a fonte afirmou que os números não mudaram.

O vice-presidente financeiro, Blake Jorgensen, afirmou em outubro que o Yahoo estaria se preparando para cortar vagas e outros gastos em 2009 se a economia continuasse se deteriorando.

O Yahoo irá cortar a força de trabalho em mercados de alto custo e contratar agressivamente em locais de baixo custo como o Leste Europeu, Índia e Sudeste Asiático, afirmou a empresa.

Mudanças no alto escalão da empresa ainda não ocorreram. O presidente-executivo Jerry Yang afirmou em novembro que ele deixaria a empresa, após enfrentar forte críticas por sua liderança. Tal mudança ocorrerá assim que houver um substituto.

Reportagem de David Lawsky

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below