Receita do setor de chips cai US$12 bi em 2008, prevê Gartner

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008 17:26 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A receita mundial da área de semicondutores cairá neste ano -- a quinta vez em 25 anos -- sobre 2007, segundo estimativas do instituto Gartner.

Segundo estudos preliminares divulgados pelo Gartner, a receita mundial deve ficar em 261,9 bilhões de dólares, 4,4 menor, ou 12 bilhões de dólares, que em 2007.

"Infelizmente, em 2009, a previsão para os fornecedores pode ser considerada ainda pior. Algumas empresas têm comparado o súbito declínio na demanda por semicondutores com o estouro da bolha das empresas ponto.com, ocorrido em 2001", disse Andrew Norwood, vice-presidente de pesquisa do Gartner, no comunicado à imprensa.

Ainda que o foco das empresas seja neste momento preservar o caixa, a crise econômica também será uma boa oportunidade para aquelas com recursos fazerem aquisições, ponderou o Gartner.

O instituto lembra que a Intel é a líder mundial em chips de computador há 17 anos consecutivos e chegou neste ano a 13,1 por cento da receita mundial do segmento, com um faturamento de 34 bilhões de dólares.

Já a Qualcomm foi a que apresentou mais crescimento nas vendas entre as 10 maiores da área de semicondutores, elevando sua receita em 15 por cento, para 6,46 bilhões de dólares.

Ela ocupava a 11a posição em 2007, mas saltou para o oitavo posto em receita neste ano, de acordo com as estimativas do Gartner.

O segundo e terceiro lugar ficaram inalterados, com respectivamente Samsung e Toshiba.

(Texto de Taís Fuoco)