Toshiba e SanDisk vão cortar produção de memória flash em 30%

terça-feira, 16 de dezembro de 2008 15:26 BRST
 

Por Kiyoshi Takenaka

TÓQUIO (Reuters) - A Toshiba e a SanDisk, dos Estados Unidos, reduzirão produção de memória flash NAND em 30 por cento a partir de janeiro diante de uma desaceleração na economia mundial que atinge a demanda por microchips que equipam câmeras digitais e players portáteis de música.

A queda na demanda e o excesso de capacidade fizeram com que os preços dos semicondutores despencassem e levaram os negócios de chips da Toshiba ao vermelho no primeiro semestre fiscal.

"O corte de produção da Toshiba é boa notícia, mas isso não bastará para levantar os preços da memória NAND porque a demanda geral é muito fraca", disse Song Myung-sup, analista da HI Investment & Securities, de Seul.

"Os estoques precisam ser eliminados antes de uma recuperação, e isso não acontecerá sem demanda", acrescentou.

A Toshiba e a SanDisk operam juntas duas fábricas de memória NAND que processam discos de silício de 300 milímetros e elevado custo/benefício, em um centro de produção em Yokkaichi, no oeste do Japão. As duas fábricas têm capacidade de produção combinada de 260 mil discos por mês.

Duas outras fábricas no complexo processam placas de 200 milímetros e são operadas autonomamente pela Toshiba.

A empresa anunciou que não estava claro por quanto tempo as medidas de redução de produção vigorariam. Ela também suspenderá por 18 dias a produção das linhas de discos de silício de 300 milímetros, a partir de 31 de dezembro, o que representa o primeiro corte da empresa em sua produção de memória NAND.

"Tudo que podemos dizer no momento é que o ajuste na produção provavelmente continuará para além de janeiro. As condições de mercado não devem se recuperar com tanta facilidade", disse Hiroko Mochida, porta-voz da Toshiba.

Ela acrescentou que nada havia sido decidido até agora quanto a reduções de mão-de-obra.

A Toshiba é a segunda maior fabricante mundial de memória flash NAND, atrás da sul-coreana Samsung Electronics.