Iraquiano atirador de sapato inspira jogo com Bush como alvo

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008 10:15 BRST
 

DUBAI (Reuters) - A sapatada que o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, quase levou no rosto no Iraque, no domingo, inspirou a criação de um jogo online em que o internauta tenta acertar com sapatos a imagem do líder norte-americano.

O jogo dá 30 segundos para o jogador tentar acertar Bush o máximo de vezes possível com um sapato marrom. Sapatadas certeiras merecem parabéns. "Os sapatos atingiram com sucesso o rosto do presidente Bush. Muito bem!"

O primeiro-ministro do Iraque, Nuri Al Maliki, aparece espiando por sobre a bancada, ao lado de Bush, numa brincadeira com a já famosa entrevista coletiva em que o repórter de TV Muntazer Al Zaidi atirou seus sapatos contra o presidente que ordenou a invasão do Iraque em 2003.

Zaidi, que na terça-feira admitiu a agressão à Justiça, continua preso à espera do julgamento, mas já se tornou uma celebridade no mundo árabe, onde agressões com os sapatos são consideradas especialmente ofensivas. Ele pode ser condenado a até sete anos de prisão pelo crime de agressão a um chefe de Estado.

Parentes dizem que Zaidi nutre um ódio profundo por Bush, a quem atribui dezenas de milhares de mortes nos últimos anos nos Iraque, posição compartilhada por muitos árabes.

O jogo aparece também no site www.sockandawe.com, cujo nome é um trocadilho com a operação "Shock and awe" ("Choque e pavor"), como os militares dos EUA batizaram o ataque aéreo inicial sobre Bagdá, em 2003.

No jogo, Bush fica roxo e com o aspecto desnorteado depois de ser atingido pela sapatada. Na vida real, ele conseguiu se esquivar.

 
<p>Um p&ocirc;ster com uma foto do presidente norte-americano, George W. Bush, &eacute; visto embaixo de um par de sapastos durante um protesto em uma universidade em Beirut, no dia 17 de dezembro. A sapatada que o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, quase levou no rosto no Iraque, no domingo, inspirou a cria&ccedil;&atilde;o de um jogo online em que o internauta tenta acertar com sapatos a imagem do l&iacute;der norte-americano. REUTERS/ Mohamed Azakir (LEBANON)</p>