Xbox 360 deve superar expansão do mercado em 2009, diz Microsoft

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008 10:43 BRST
 

Por Kelvin Soh

CINGAPURA (Reuters) - A Microsoft espera que as vendas de seu console de videogame Xbox superem o crescimento geral do mercado no ano que vem, disse o chefe da operação do produto na Ásia nesta quarta-feira, projetando otimismo apesar da contenção nos gastos dos consumidores.

Ainda que a desaceleração econômica mundial tenha prejudicado a demanda dos consumidores, a Microsoft antecipa que o setor de videogames como um todo continuará a crescer no ano que vem, já que mais gente optará por ficar em casa, disse Alan Bowman, gerente geral das operações do Xbox na Ásia.

Observadores do mercado antecipam crescimento na faixa dos 20 por cento para o setor este ano, e Bowman se recusou a fazer projeções específicas sobre 2009.

"Superar o desempenho do mercado é um indicador crucial, mas também conseguimos alargar o mercado a fim de incluir pessoas que nunca haviam jogado videogames", disse Bowman, que trabalha em Sydney, em entrevista por telefone à Reuters.

"Assim, o que realmente nos propicia ímpeto de crescimento, agora é a forma pela qual ampliamos nossa base de clientes de maneira a incluir não apenas os adeptos radicais dos videogames mas pessoas que não haviam pensado anteriormente em adquirir um console."

Na Ásia, o grupo de pesquisa de mercado GfK informou que os embarques do Xbox em outubro cresceram 53 por cento, ante setembro, depois que a Microsoft reduziu o preço do aparelho para menos de 200 dólares.

Não há números disponíveis para o mesmo período no ano passado, porque o grupo só começou a acompanhar o mercado no final de 2007.

Bowman afirma que os níveis atuais de embarques atingiram patamar tão elevado que a empresa pode depender do volume para manter a lucratividade, apesar do corte nos preços.

"Estamos contemplando volumes excelentes, no momento, e isso nos permite repassar essas economias a nossos clientes", disse ele.

O Xbox superou as vendas do concorrente PlayStation 3, da Sony, no Japão, em setembro, sua primeira vitória no território natal do rival.