Yahoo baixa a 3 meses retenção de dados de navegação de usuários

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008 11:56 BRST
 

Por Kim Dixon

WASHINGTON (Reuters) - O mecanismo de buscas na Web Yahoo vai cortar para três meses o tempo em que armazena dados pessoais de navegação de seus usuários, tornando sua política de retenção de dados a mais curta entre os rivais, informou a companhia.

A companhia vai deixar anônimos endereços de computadores de seus usuários após três meses da retenção desses dados, na maioria das vezes. O padrão anterior era de 13 meses. Apesar disso, o Yahoo está se reservando direito de manter informações por até seis meses se questões de fraudes ou segurança de sistemas forem envolvidas.

As companhias de busca na Web têm sido pressionadas por autoridades da Europa e de outras partes para fazerem mais para proteger a privacidade de seus usuários.

No início deste ano, o Google reduziu o tempo que guarda dados de navegação de usuários para nove meses. A Microsoft tem afirmado que reduzirá o período para seis meses se os rivais fizerem o mesmo.

"O Google baixou primeiro para 18 meses e começou essa competição", disse Ari Schwartz, vice-presidente do Centro para Democracia e Tecnologia.

O anúncio do Yahoo "é mais significativo porque eles estão se livrando de alguns dados depois de 90 dias e realmente têm um plano de implementação para fazer isso", acrescentou.

A União Européia recomenda que as empresas mantenham dados por não mais que seis meses e pediu ao setor para adorar um padrão para toda a indústria.

Os sites de busca conseguem suas receitas ao inserirem publicidade a resultados de pesquisas feitas por seus próprios usuários.

 
<p>O mecanismo de buscas na Web Yahoo vai cortar para tr&ecirc;s meses o tempo em que armazena dados pessoais de navega&ccedil;&atilde;o de seus usu&aacute;rios, tornando sua pol&iacute;tica de reten&ccedil;&atilde;o de dados a mais curta entre os rivais, informou a companhia. REUTERS/Kimberly White</p>