Japão multa Sharp por acusação de cartel em preço de telas do DS

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008 12:00 BRST
 

TÓQUIO (Reuters) - A Comissão de Comércio do Japão informou que multou a Sharp em 261 milhões de ienes (3 milhões de dólares) e emitiu ordem para que a empresa e uma unidade da Hitachi interrompam prática de fixação de preços dos painéis de LCD usados no console portátil DS, da Nintendo.

A decisão da agência segue a um caso de cartel em telas LCD muito maior nos Estados Unidos, onde Sharp, junto com a LG Display e a Chunghwa Picture Tubes, declararam-se culpadas e pagaram 585 milhões de dólares em multas.

A agência japonesa informou que a Sharp e a Hitachi Displays conspiraram para controlar os preços de venda de seus painéis LCD à Nintendo.

A fabricante japonesa de videogames vendeu mais de 84 milhões de unidades do DS, superando em muito o desempenho do rival PlayStation Portable, da Sony.

A Sharp, terceira maior fabricante de TVs LCD do mundo, informou que não participou de qualquer atividade que viola a lei antimonopólio e que vai pedir uma audiência.

Um porta-voz da Hitachi Displays informou que a empresa vai avaliar que decisão tomar depois de estudar por completo a ordem da comissão.

(Por Kiyoshi Takenaka)