Produtora de videogames EA vai cortar 1.000 empregos

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008 14:58 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - A produtora de videogames Eletronic Arts informou nesta sexta-feira que cortará 1 mil empregos, ou 10 por cento de sua força de trabalho, como parte de um plano de reestruturação que economizará cerca de 120 milhões de dólares por ano.

A companhia prevê que assumirá encargos de 55 a 65 milhões de dólares nos próximos trimestres.

A EA, conhecida por títulos como "Madden NFL" e "FIFA Soccer", informou que a maioria dos cortes será concretizada até 31 de março.

A companhia informou que a reestruturação vislumbrará a consolidação ou o fechamento de pelo menos nove estúdios e locais de produção.

A EA informou que está trabalhando em um plano para reduzir seu portfólio de produtos e focar em sucessos com margens de lucro maiores.

Anteriormente este mês, a EA alertou sobre lucro do ano fiscal de 2009 e sobre a possibilidade da receita deixar de cumprir metas já reduzidas por conta das fracas vendas na temporada natalina na América do Norte e na Europa.

A companhia disse a analistas na época que títulos estratégicos continuaram a ter desempenho abaixo do esperado, e que estava sob pressão diante de redução de estoques no varejo.