Ações da Apple recuam com rumor sobre saúde de Jobs

terça-feira, 30 de dezembro de 2008 18:00 BRST
 

SAN FRANCISCO (Reuters) - As ações da Apple chegaram a cair 2 por cento nesta terça-feira, depois que o site de tecnologia Gizmodo informou um rumor de que a saúde do presidente-executivo da companhia, Steve Jobs, estaria fragilizada.

Um porta-voz da Apple preferiu não comentar o rumor. Quando questionado sobre a saúde de Jobs, o porta-voz disse que, "se Steve ou o conselho diretor decidirem que ele não tem mais capacidade de realizar seu trabalho como presidente da Apple, tenho certeza de que eles levarão isso ao seu conhecimento".

O Gizmodo citou uma "fonte confiável", que preferiu não se identificar, para informar que a saúde de Jobs em "rápido declínio" é a verdadeira razão por trás da decisão de cancelar uma palestra do executivo na próxima semana na conferência MacWorld.

As ações da Apple eram negociadas com alta de 1,5 por cento antes de iniciarem um movimento de queda. Às 17h40 (horário de Brasília), o papel recuava 0,6 por cento, a 86,11 dólares.

"A principal razão para a queda das ações da Apple no pregão desta terça-feira é que um site informou que a saúde de Steve Jobs está piorando, citando uma fonte não identificada", disse William Lefkowitz, estrategista da corretora vFinance Investments.

"Esta não é, entretanto, a primeira vez em que a saúde de Jobs se torna alvo de rumores. No passado, isso já criou grandes flutuações nos papéis da companhia", acrescentou.

(Reportagem de Doris Frankel e Gabriel Madway)