Motorola revela celular feito com garrafas recicladas

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009 11:50 BRST
 

Por Sinead Carew

LAS VEGAS (Reuters) - A Motorola lançou um telefone celular feito com garrafas de água recicladas, na expectativa de faturar com a tendência de produtos ecologicamente corretos.

A companhia, que caiu para o quarto lugar entre as maiores fabricantes globais de celulares após o último trimestre, devido a uma linha fraca de produtos, informou que o aparelho W233 Renew será vendido pela T-Mobile USA, nos Estados Unidos neste trimestre.

Preços do aparelho não foram revelados. O produto será exibido esta semana durante a feira Consumer Electronics Show (CES), em Las Vegas.

A Motorola informou que o modelo é o primeiro aparelho neutro em carbono. O celular usa material reciclado para o casco e a companhia também prometeu compensar o dióxido de carbono usado na fabricação, distribuição e operação do celular por meio de investimentos em fontes de energia renováveis e em reflorestamento.

A companhia, que perdeu fatia de mercado ao demorar para seguir tendências, como celulares com telas sensível ao toque e links de dados em alta velocidade, também exibe três diferentes produtos na CES, entre eles um celular tablet relativamente grande e com tela sensível ao toque e um controle remoto recarregável para TV a cabo com um mecanismo de busca.

O Motosurf A3100 é compatível com redes sem fio WiFi e conexões celulares de alta velocidade. O aparelho pode ser controlado com uma caneta, um trackball ou simplesmente tocando a tela com os dedos. O celular permite videoconferência e pode ser usado para atualizar páginas em redes sociais. O produto estará disponível na Ásia e na América Latina neste trimestre, informou a Motorola.

 
<p>Motorola lan&ccedil;a Motosurf A3100 com acesso sem fio WiFi e tela sens&iacute;vel ao torque, na CES, em Las Vegas.</p>