LG descarta corte nos investimentos diante da crise econômica

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009 16:16 BRST
 

LAS VEGAS (Reuters) - O chefe das operações norte-americanas da LG Electronics afirmou nesta quarta-feira que, apesar da expectativa de que 2009 seja um ano difícil, a fabricante de eletrônicos não tem planos de cortar seus investimentos em novos produtos, citando a necessidade de incentivar a inovação.

"O ano de 2009 vai ser desafiante sob muitos aspectos", disse Michael Ahn, presidente-executivo da LG USA, ao participar da feira Consumer Electronics Show (CES) em Las Vegas nesta quarta-feira.

"Não iremos reduzir investimentos em marketing ou em pesquisa e desenvolvimento", acrescentou o executivo.

Da mesma forma que rivais da área de televisores, telefones celulares e outros dispositivos, a LG tem tido que levar em conta como irá lidar com o desaquecimento provocado pela crise econômica.

Baseada na Coréia do Sul, a LG tem focado seu crescimento nos últimos anos na maior presença dentro do mercado norte-americano. Na CES, a companhia informou que bateu recordes na venda de celulares em volume e receita em 2008.

"Vamos manter e melhorar a marca LG como uma marca premium na liderança de produtos", Ahn afirmou.

(Reportagem de Franklin Paul)