TVs alardeiam economia de energia e Web; Windows 7 está próximo

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009 10:56 BRST
 

Por Kiyoshi Takenaka e Edwin Chan

LAS VEGAS (Reuters) - Com boa parte do mundo enfrentado uma recessão, os gigantes da tecnologia que participam da Consumer Electronics Show, feira anual de tecnologia em Las Vegas, deixaram de lado os esforços de superar o tamanho das telas da concorrência e se concentraram em apresentar televisores mais finos e que economizam mais energia, além de contarem com recursos de Internet.

Sony, Samsung Electronics, LG Electronics, Panasonic, Toshiba e outros fabricantes revelaram TVs de alta definição na quarta-feira, projetados para obter vídeos, fotos e outras formas de conteúdo na Web e levá-las à sala de estar.

"Ainda que estejamos em recessão agora, como todo mundo, não desejamos reduzir nossos gastos de marketing e queremos investir mais em pesquisa e desenvolvimento e atendimento ao consumidor, e em questões ambientais e ecológicas", disse Michael Ahn, presidente-executivo da LG Electronics North America à Reuters.

"São decisões difíceis", disse ele em entrevista, "mas queremos investir no futuro".

Muitas empresas enfatizaram as capacidades de economia de energia de seus mais recentes televisores, e seus benefícios ambientais --um argumento de venda essencial em um momento no qual os domicílios estão apertando os cintos.

Ao contrário do acontecido nos últimos anos, nenhuma empresa tentou brilhar mais que a concorrência ao apresentar a maior tela do evento.

Os novos televisores são capazes de obter conteúdo em sites como o serviço de vídeo YouTube, do Google ou a cadeia de locação de filmes Netflix, e permitem troca de mensagens instantâneas com os amigos em redes sociais como o MySpace e o Twitter.

O Yahoo revelou uma grande campanha para combinar Internet e televisão --algo que nenhuma empresa conseguiu realizar com sucesso até agora-- por meio de acordos com os principais produtores asiáticos de televisores.

E para coroar o evento da quarta-feira, a Microsoft anunciou que permitirá que os consumidores começassem a baixar para teste a nova versão de seu sistema operacional, Windows 7, na sexta-feira.