Dell transfere produção da Irlanda para a Polônia

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009 12:51 BRST
 

Por Andras Gergely

DUBLIN (Reuters) - A Dell, segunda maior fabricante mundial de computadores, está transferindo a base de sua produção européia da Irlanda para a Polônia e cortando entre 1,9 mil e 3 mil postos de trabalho na unidade de Limerick, em um frio começo de ano para a economia irlandesa.

A Dell, que se auto-entitula maior exportador da Irlanda, afirmou nesta quinta-feira que vai transferir a produção de computadores pessoais na Europa, Oriente Médio e África para a unidade da Polônia e para parceiros de produção terceirizada.

O anúncio dos cortes na fábrica de Limerick, parte dos 3 bilhões de dólares de redução de custos anunciados pela Dell no ano passado, chega três dias depois de a Waterford Wedgwood, uma das principais marcas em produtos de luxo na Irlanda, divulgar que não conseguiu mais prazo de seus credores e que está à espera de um investidor para salvar a companhia.

"É uma decisão difícil, mas a correta para a Dell se tornar mais competitiva", disse Sean Corkery, vice-presidente de operações da Dell para Europa, Oriente Médio e África.

Os custos mais baixos de mão-de-obra na Polônia pesaram na decisão da companhia, disse ele mais tarde, em uma entrevista para a rádio RTE.

A Dell ainda manterá 1,1 mil postos de trabalho em Limerick, assim como pessoal de vendas e marketing em Dublin.

Economistas projetam que o desemprego na Irlanda supere os 10 por cento até o final deste ano, o maior índice em mais de uma década. No terceiro trimestre de 2008 ele era de 6,3 por cento.

 
<p>Trabalhadores s&atilde;o vistos em f&aacute;brica da Dell em Lodz, na Pol&ocirc;nia, em foto tirada em 23 de janeiro de 2008. REUTERS/Dell/Handout (POLAND). NO SALES. NO ARCHIVES. FOR EDITORIAL USE ONLY. NOT FOR SALE FOR MARKETING OR ADVERTISING CAMPAIGNS.</p>