China fecha 91 sites em combate a conteúdo "vulgar"

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009 15:32 BRST
 

PEQUIM (Reuters) - A China fechou 91 sites acusados de exibirem conteúdo pornográfico e "vulgar". Um portal de blogs políticos também foi suspenso depois que o governo anunciou campanha para assegurar moralidade na Internet, informou a mídia estatal.

O Partido Comunista está ciente das ameaças ao seu comando e tem conduzido esforços de censura contra pornografia, críticas políticas e esquemas de fraude online, mas desta vez autoridades alertaram para medidas mais duras.

"Noventa e um sites que incluíram pornografia e conteúdo vulgar foram fechados entre 8 e 10 de janeiro", afirmou o portal estatal www.china.com.cn.

O Bullog.cn, um portal de blogs com muitos autores famosos, incluindo simpatizantes de movimentos pró-democracia, está inacessível desde sexta-feira.

Luo Yonghao, fundador do portal, confirmou em seu próprio blog que o site saiu do ar por causa do "volume de informações politicamente prejudiciais" e citou um aviso do governo.

Os mais recentes esforços de censura da China miraram também contra grandes nomes da Web, incluindo Google, MSN e o chinês Baidu. Apesar disso, nenhuma grande empresa aparece na lista dos 91 sites fechados.

(Por Yu Le)