Apesar de queda no lucro em 2009, Nokia se sai melhor que rivais

terça-feira, 13 de janeiro de 2009 13:43 BRST
 

Por Tarmo Virki

HELSINQUE (Reuters) - O lucro da Nokia, maior fabricante mundial de celulares, em 2009 pode cair cerca de 25 por cento enquanto o mercado encolhe de uma forma sem precedentes, segundo pesquisa conduzida pela Reuters.

Com lucro em queda e expectativa de uma retração de 10 por cento nas vendas de 2009, a Nokia ainda terá um desempenho melhor que rivais, que poderão sofrer ainda mais os efeitos da queda do consumo.

Analistas ampliaram estimativa de redução do mercado de celulares este ano, com uma previsão de que a queda seja de 7,9 por cento em volume.

Em pesquisa semelhante feita em dezembro, os analistas projetaram, em média, uma queda de 6,6 por cento, enquanto a própria Nokia informou no dia 4 de dezembro que sua melhor estimativa para o mercado este ano era de uma queda de 5 por cento ou mais nas vendas.

A demanda por eletrônicos de consumo sucumbiu em plena época de Natal, data mais aquecida do varejo, afetando 16 mil postos de trabalho da Sony Ericsson e gerando alerta de ganhos menores de pesos-pesados da indústria, como Intel.

Em um mercado retraído, os fabricantes de aparelhos têm brigado pelo único segmento que ainda cresce --o de smartphones-- onde enfrentam novos rivais como a Apple, com seu iPhone, a RIM e seu Blackberry e o Google, com a plataforma Android para celulares.

Enquanto consumidores de tecnologia estão mais relutantes que outros no corte de gastos e muitos compradores dos modelos mais caros se beneficiam de subsídios das operadoras, analistas dizem que os smartphones deverão manter o crescimento mesmo em meio ao desaquecimento do setor.

O aumento da competição nesse tipo de aparelho, entretanto, pressionará uma queda de preços, alertam os analistas.   Continuação...