Número de linhas de celulares no Brasil em 2008 cresce 24,5%

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009 13:01 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A base de telefonia móvel do Brasil cresceu cerca de 24,5 por cento em 2008, somando 150,6 milhões de linhas ativas, segundo números preliminares disponibilizados por operadoras à Agência Nacional de Telecomunicações.

Na comparação com novembro, o crescimento em dezembro foi de 2,4 por cento. A base de 2007 era de 120,98 milhões de linhas ativas. Números consolidados pela agência sobre 2008 devem ser divulgados nos próximos dias.

A Vivo fechou dezembro com 44,95 milhões de linhas ativas, o que representa um crescimento na participação de 29,53 por cento em novembro para 29,84 por cento no mês passado.

Já a Claro, do grupo América Móvil, obteve participação de 25,71 por cento, crescendo sobre os 25,42 por cento de novembro.

Enquanto isso, a TIM Participações, unidade da Telecom Italia, viu sua participação encolher de 24,53 por cento em novembro para 24,17 por cento no último mês de 2008.

A participação de mercado da Oi foi 16,19 por cento, também caindo sobre o percentual de novembro, que foi de 16,53 por cento. A empresa pagou este mês a compra da Brasil Telecom, que em dezembro teve fatia de 3,72 por cento, crescimento ante os 3,63 de novembro.

As ações da Vivo recuavam 1,74 por cento às 12h54, enquanto o índice Ibovespa exibia queda de 3,36 por cento. No mesmo horário, Oi perdia 4,3 por cento, enquanto TIM era desvalorizada em 2,6 por cento.

(Reportagem de Alberto Alerigi Jr.; Edição de Aluísio Alves)