16 de Janeiro de 2009 / às 17:25 / 9 anos atrás

LG Display sofre prejuízo recorde no trimestre

Por Rhee So-eui

SEUL (Reuters) - A fabricante de telas planas LG Display registrou prejuízo recorde no quarto trimestre, o primeiro resultado negativo em sete trimestres, e traçou um quadro sombrio sobre o período em curso, prevendo embarques menores e preços fracos.

Ainda que parte considerável do prejuízo da LG Display se deva a uma multa de 400 milhões de dólares por manipulação de preços, os problemas da empresa sublinham as dificuldades enfrentadas pelo setor de telas de cristal líquido (LCD), que vem registrando quedas severas de preços a despeito dos esforços para reduzir a produção e combater a demanda anêmica e o excesso de oferta.

Novos prejuízos são prováveis no primeiro semestre de 2009, porque a recessão mundial cada vez mais profunda desencorajará os consumidores de investir em televisores de telas planas, computadores e outros bens, disseram os analistas.

"Os preços dos painéis de LCD chegarão ao fundo do poço no primeiro trimestre deste ano, mas veremos recuperação bastante rápida no segundo trimestre", disse Kang Young-heum, analista da Daewoo Securities.

"Mas a LG Display não deve sair do vermelho antes do terceiro trimestre do ano", acrescentou o analista.

A LG Display informou que o preço médio dos painéis havia caído em 23 por cento no quarto trimestre, enquanto os embarques cresceram em apenas 5 por cento.

A segunda maior fabricante mundial de LCDs reportou nesta sexta-feira prejuízo líquido de 684 bilhões de wons (499 milhões de dólares) no período outubro-dezembro, resultado pior que o consenso de 645 bilhões de wons em prejuízos oferecido por oito analistas pesquisados pela Reuters.

A empresa teve lucro líquido de 760 bilhões de wons em igual período do ano anterior, e lucrou 295 bilhões de wons no terceiro trimestre de 2008.

Em base operacional, o prejuízo da empresa foi de 288 bilhões de wons, ante lucro operacional de 869 bilhões de wons um ano antes.

A LG Display informou que os embarques cairiam em menos de cinco por cento no trimestre em curso, e que as quedas de preços seriam limitadas.

"Em termos de lucratividade, o primeiro trimestre será difícil", disse o vice-presidente financeiro James Jeong. "Mas em termos de receita provavelmente passamos pela pior fase em dezembro".

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below