TomTom reduz estimativa de resultado, mas ainda dentro das metas

terça-feira, 20 de janeiro de 2009 17:10 BRST
 

Por Harro ten Wolde

AMSTERDÃ (Reuters) - A fabricante de equipamentos de localização TomTom reduziu nesta terça-feira sua estimativa de resultados em 2008 depois de o mercado reduzir a demanda no último trimestre. A companhia, entretanto, assegurou que se manteve dentro dos compromissos assumidos com bancos.

A TomTom espera que a receita de 2008 fique entre 1,66 bilhão e 1,68 bilhão de euros (2,18 bilhões a 2,21 bilhões de dólares), abaixo da estimativa anterior entre 1,75 bilhão e 1,85 bilhão de euros.

Os equipamentos portáteis de navegação foram uma das categorias de eletrônicos de consumo de maior crescimento nos últimos anos, mas sua popularidade não foi testada em períodos de desaquecimento da economia como o atual, que pressiona tanto a indústria automotiva quanto a de eletrônicos.

Na semana passada, o grupo de pesquisas NPD informou que as vendas de eletrônicos nos Estados Unidos caíram quase 6 por cento no período de festas natalinas.

A TomTom espera baixa contábil de 2,9 bilhões de euros da aquisição da Tele Atlas, mas informou que a despesa não terá impacto nos compromissos com os bancos. A empresa foi comprada depois de uma aguerrida batalha com a rival Garmin.

"Investidores continuam preocupados com uma quebra nos compromissos e, com esses resultados, a TomTom conseguiu ao menos um certo tempo até a primeira metade de 2009, próximo período em que as metas vão ser calculadas", disse o analista Martijn den Drijver, da SNS Securities.