Conselho da Satyam busca financiamento de emergência

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009 12:32 BRST
 

Por Narayanan Somasundaram

MUMBAI (Reuters) - O novo conselho de administração da prestadora de serviços de tecnologia Satyam Computer Services trabalha para conseguir um financiamento de emergência para a companhia e avalia escolher um banco que lhe ajude nos esforços de resgate da empresa.

Um banco poderia ajudar o conselho a levar em conta todas as opções no processo de salvamento da companhia, disse o conselheiro Deepak Parekh.

Ele e outros membros do atual conselho foram selecionados pelo governo depois que o grupo anterior foi dissolvido no início deste mês.

"Temos hipotecado alguns recebíveis para levantar fundos. O conselho vai se reunir na quinta-feira para decidir", disse Parekh nesta quarta-feira. "Estamos trabalhando para assegurar recursos".

O JP Morgan e o Goldman Sachs estão entre os bancos listados para assessorar o novo conselho, segundo três fontes ouvidas pela Reuters. Nenhum porta-voz deles, entretanto, foi encontrado para comentar a notícia.

A Satyam, quarta maior exportadora de software e serviços da Índia, mergulhou em uma crise depois que o ex-presidente do conselho e fundador da empresa, Ramalinga Raju, admitiu que os lucros da empresa foram inflados por anos e que os alegados 1 bilhão de dólares que ela tinha em caixa na verdade não existiam.

A empresa atua no Brasil desde 2005 e tem no país dois centros de desenvolvimento de software, em São Paulo (SP) e Londrina (PR), com um total de 150 empregados.

Parekh, ele mesmo um banqueiro, disse que a companhia de software tem 17 bilhões de rúpias (350 milhões de dólares) em recebíveis. O novo conselho disse estar em conversas com bancos sobre financiamentos e fazendo de tudo para garantir que os funcionários recebam seus salários.