Sony espera prejuízo anual recorde e acelera reestruturação

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009 11:15 BRST
 

Por Sachi Izumi e Kiyoshi Takenaka

TÓQUIO (Reuters) - A Sony alertou nesta quinta-feira que vai registrar prejuízo operacional anual recorde de 2,9 bilhões de dólares por causa da queda na demanda e valorização do iene. A companhia revelou novas medidas de restruturação em suas operações com eletrônicos.

O prejuízo operacional será o primeiro da Sony em 14 anos, o que sinaliza agravamento dos problemas de uma companhia que caiu atrás da Apple no mercado de música digital, da Nintendo nos videogames e está perdendo dinheiro com televisores de telas planas.

"A Sony precisa de mais restruturação, não apenas corte de custos, mas uma reorganização de suas operações", disse Naoki Fujiwara, gerente de fundos da Shinkin Asset Management.

A Sony informou que agora espera prejuízo operacional de 260 bilhões de ienes (2,9 bilhões de dólares) para o ano fiscal que se encerra em março, queda ante projeção anterior de lucro de 200 bilhões de ienes e bem pior que a média anterior de expectativas de analistas, de prejuízo de 100 bilhões de ienes.

A companhia informou que vai responder à perda com aceleração de sua restruturação e que vai mais que dobrar a meta de corte de custo entre este ano fiscal e 2010, para 250 bilhões de ienes.

Mas a Sony não é a única empresa de eletrônicos a sofrer com a crise. A rival sul-coreana Samsung Electronics se reorganizou este mês em dois grupos principais enquanto a Panasonic reduziu sua projeção de desempenho e ampliou medidas de restruturação.

 
<p>A Sony alertou nesta quinta-feira que vai registrar preju&iacute;zo operacional anual recorde de 2,9 bilh&otilde;es de d&oacute;lares por causa da queda na demanda e valoriza&ccedil;&atilde;o do iene. A companhia revelou novas medidas de restrutura&ccedil;&atilde;o em suas opera&ccedil;&otilde;es com eletr&ocirc;nicos.REUTERS/Toru Hanai (JAPAN)</p>