Papa inaugura seu próprio canal no YouTube

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009 11:51 BRST
 

Por Philip Pullella

CIDADE DO VATICANO (Reuters) - O papa Bento 16 se tornou nesta sexta-feira uma das pessoas mais velhas a ter um canal próprio no YouTube. Ele aconselhou os jovens a usarem a nova mídia de forma sensata e tentar evitar a obsessão online que pode isolá-los da vida real.

O canal do Vaticano (www.youtube.com/vaticanit) terá vídeos curtos sobre as atividades do papa de 81 anos, além de eventos e cultos no Vaticano, com áudio e texto, inicialmente, em inglês, espanhol, alemão e italiano.

Os vídeos noticiosos diários terão cerca de dois minutos de duração. Eles serão produzidos pelo centro televisivo do Vaticano, por jornalistas e diretores de web da Rádio Vaticano.

O lançamento do canal no YouTube vem no mesmo momento em que o papa mandou uma mensagem no dia mundial de comunicações da Igreja Católica, cujo tema é "novas tecnologias, novos relacionamentos: promovendo uma cultura de respeito, diálogo e amizade".

Henrique de Castro, diretor do setor de vendas europeias e soluções de mídia do Google, que é dono do YouTube, disse em uma entrevista coletiva que o Google não vai lucrar nada com a iniciativa.

"Nossa estratégia é fazer as pessoas virem aos nossos sites", disse.

O canal não terá anúncios e fornecerá links para vários websites e vídeos católicos, incluindo vídeos de igrejas do mundo todo, e do próprio Vaticano.

O Vaticano tem site na web (www.vatican.va) desde 1995.

O arcebispo Claudio Celli, chefe do setor de comunicações do Vaticano, disse que considera também criar um espaço para o Vaticano no Facebook, uma rede social virtual.

Em sua mensagem de boas-vindas aos visitantes do YouTube, o papa disse esperar que a iniciativa "esteja a serviço da verdade".