Sony afunda em prejuízo no 3o tri e Nintendo reduz projeção

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009 13:38 BRST
 

Por Kiyoshi Takenaka

TÓQUIO (Reuters) - A Sony anunciou nesta quinta-feira que fechou o trimestre passado com prejuízo e reiterou previsão de que sofrerá um prejuízo anual recorde devido ao recuo da demanda e à força do iene. Enquanto isso, a Nintendo reduziu sua projeção de resultado anual pela segunda vez em três meses.

A Nintendo anunciou alta de 21 por cento no lucro operacional no trimestre de outubro a dezembro, beneficiada pelas fortes vendas do console de videogames Wii e do portátil DS, e provando sua resistência diante da desaceleração da economia.

Mas a produtora de videogames reduziu em 16 por cento sua projeção de lucro para o ano fiscal que se encerra em março, bem acima do esperado, e cortou ligeiramente meta de vendas para o Wii, uma decisão que pode gerar preocupações quanto ao potencial de crescimento.

"Será um grande choque para os otimistas da Nintendo caso eles reduzam sua projeção de volume para o Wii, porque a expectativa é de que ele cresça", disse Hiroshi Kamide, da KBC Securities.

A nova projeção de lucro operacional da Nintendo para o ano fiscal, 530 bilhões de ienes (5,9 bilhões de dólares), continuaria a ser recorde, em agudo contraste com relação à Sony, que está a caminho de registrar seu maior prejuízo operacional anual e o primeiro em 14 anos.

A Sony foi prejudicada pela queda nos preços e pela desaceleração na demanda por televisores de telas planas, câmeras digitais e outros produtos eletrônicos, e também teve de arcar com imensos custos para fechar fábricas e demitir pessoal.

O grupo reiterou projeção anunciada na semana passada de um prejuízo operacional recorde de 260 bilhões de ienes (2,9 bilhões de dólares) no ano fiscal que se encerra em março, uma série reversão do lucro de 475 bilhões de ienes registrado no ano fiscal passado.

Com o crescimento dos estoques e a queda dos preços, a Sony está sentindo a pressão da crise em todos as áreas de suas operações, que variam de semicondutores a filmes e seguros.   Continuação...

 
<p>A Sony anunciou nesta quinta-feira que fechou o trimestre passado com preju&iacute;zo e reiterou previs&atilde;o de que sofrer&aacute; um preju&iacute;zo anual recorde devido ao recuo da demanda e &agrave; for&ccedil;a do iene.</p>