Casa Branca quer adiar transição para TV Digital até junho

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009 18:37 BRST
 

WASHINGTON (Reuters) - A administração Obama informou nesta sexta-feira que espera que a Câmara dos Deputados do país aprove legislação que adie até junho a planejada transição nacional para o sistema digital de televisão.

"Nós antecipamos que a Casa irá aprovar um adiamento da TV Digital até 12 de junho", disse o porta-voz da Casa Branca Robert Gibbs. A transição, determinado pelo Congresso, está neste momento prevista para acontecer até 17 de fevereiro.

O Senado dos Estados Unidos já aprovou legislação que adie a migração total do atual sistema analógico diante do temor de que parte dos 20 milhões de habitantes entre os mais pobres, idosos e população rural do país ainda não estejam prontos para fazer tal migração, que exige a compra de um novo aparelho televisivo ou um conversor.

Na quarta-feira, um pedido da Casa Branca para adiar a transição não obteve a necessária adesão de dois terços dos congressistas para ser votada em regime de urgência.

O governo norte-americano, entretanto, espera que outra votação aconteça sobre o assunto, com exigência de maioria simples para aprovação.

Os democratas e grupos de defesa do consumidor têm exigido o adiamento, afirmando que mais de 1 milhão de pessoas esperam pelos cupons de 40 dólares de subsídio do governo para a compra dos conversores, com os quais podem assistir programação digital em suas atuais TVs analógicas. A agência responsável pelo programa está sem cupons para distribuir desde o início deste mês.

A possibilidade de atraso na transição vem sendo acompanhada com atenção pelas empresas de telefonia AT&T e Verizon Communications, que pagaram algo como 16 bilhões de dólares para usar o espectro de frequências que será liberado com a transição.

(Reportagem de Julie Vorman)