Panasonic deve sofrer prejuízo anual de US$3,9 bi, diz fonte

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009 11:45 BRST
 

Por Kentaro Hamada e Sachi Izumi

TÓQUIO (Reuters) - A Panasonic vai registrar 3,9 bilhões de dólares em prejuízo líquido anual, disse uma fonte próxima do assunto nesta segunda-feira, em meio a uma queda de demanda e aos custos crescentes de fechamento de fábricas, bem como outras medidas de enxugamento.

O prejuízo líquido da Panasonic, o primeiro em seis anos, vai se seguir a alertas de prejuízos na Sony, Hitachi e outros fabricantes rivais de eletrônicos do Japão, que estão sendo prejudicados pela recessão cada vez mais ampla e também pelo forte iene, que reduz a receita gerada no exterior.

As ações da Panasonic apresentaram desempenho superior às de suas rivais setoriais, já que os investidores tomaram a perspectiva de prejuízo como sinal de que a empresa está levando adiante medidas agressivas de reestruturação.

"A Panasonic conta com excelente capacidade de corte de custos e era vista como mais saudável que as rivais mesmo em meio à crise", disse Nobuo Kurahashi, analista da Mizuho Investors Securities.

"Se pudermos ver a empresa agindo com rapidez quando outras estão registrando grandes prejuízos, então a notícia não é ruim", acrescentou ele.

A Panasonic, maior fabricante mundial de TVs de plasma, é vista como dotada de uma estrutura de custos competitiva, já que passou por um grande processo de enxugamento, que incluiu redução no número de funcionários e reordenação de sua carteira de negócios.

A fonte, que pediu para não ser identificada porque a informação ainda não foi anunciada oficialmente, confirmou uma reportagem do diário Yomiuri de que a Panasonic enfrentará prejuízo de 350 bilhões de ienes no ano fiscal que se encerra em março.

A empresa previu lucro líquido de 30 bilhões de ienes em novembro, revisados para baixo ante projeção anterior de 310 bilhões de ienes de ganho. No ano fiscal passado, a empresa registrou lucro de 282 bilhões de ienes.

A Panasonic, anteriormente conhecida como Matsushita Electric Industrial, informou em comunicado que não anunciou o número divulgado e que publicará seus resultados do terceiro trimestre fiscal em 4 de fevereiro, e que o anúncio pode ou não incluir revisão de sua projeção de desempenho.