Lenovo vai se expandir em mercados emergentes

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009 11:57 BRST
 

Por Jason Subler

DAVOS, Suíça (Reuters) - O Lenovo Group, quarto maior fabricante mundial de computadores pessoais, planeja se expandir agressivamente nos mercados emergentes e diversificar sua gama de produtos a fim de expandir vendas, anunciou o presidente-executivo da empresa, no sábado.

O Lenovo anunciou no começo deste mês a perspectiva de prejuízo no quarto trimestre, devido ao efeito da desaceleração na economia chinesa sobre as vendas, e anunciou 2,5 mil demissões como parte de uma reestruturação para enfrentar a queda na demanda por computadores.

As ações do grupo caíram 69 por cento nos 12 últimos meses.

"As tendências setoriais -China, o comércio, o movimento rumo a faixas de preços mais baixas- criam o que defino como a tempestade perfeita, e temos de enfrentá-la agora", afirmou o presidente-executivo do Lenovo, William Amelio, em entrevista à Reuters.

"Estamos trabalhando com afinco para nos reestruturar de forma a, quando as perturbações econômicas terminarem, estarmos posicionados de maneira mais forte e mais viável", disse Amelio em conversa durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos.

A empresa, que concorre com a Hewlett-Packard, Dell e Acer, vai tentar crescer "de forma dramaticamente mais rápida" fora da China, incluindo em mercados emergentes como o Brasil, disse Amelio.

A Lenovo está trabalhando para diversificar seus negócios a fim de combater o crescimento lento no mercado chinês de computadores pessoais, a queda no mercado comercial e falta de modelos relativamente baratos em sua linha, em um período no qual a demanda por eles está em crescimento, disse o executivo.

O grupo lançará uma série de novos produtos na China e em outros mercados, para garantir que disponha de modelos suficientes em faixas de preços diferentes, já que muitos usuários estão se voltando aos PCs mais barato, como forma de enfrentar a desaceleração econômica, disse Amelio.

Apesar da pressão para cortar custos, o orçamento de pesquisa e desenvolvimento será mantido, como proporção da receita. A Lenovo também está em busca de aquisições que possam ajudar a empresa a ganhar escala ou novas tecnologias, acrescentou ele.