Vodafone contrata Azingo para criar aplicativos Linux

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009 13:32 BRST
 

Por Tarmo Virki

HELSINQUE (Reuters) - A Vodafone contratou a produtora norte-americana Azingo para desenvolver aplicações Linux, no mais recente sinal de que a maior operadora celular do mundo em vendas está mantendo o sistema operacional LiMo, baseado em Linux, como uma de suas escolhas mais importantes.

A Vodafone, um dos membros criadores da fundação para sistema operacional móvel LiMo, destacou anteriormente a importância de se reduzir o número de diferentes sistemas operacionais, o que criou especulações de que a empresa poderia abandonar o apoio ao LiMo.

"Estamos construindo a estratégia de aplicativos de próxima geração deles", disse o presidente-executivo da Azingo, Mahesh Veerina, em entrevista.

Guido Arnone, diretor de tecnologia de terminais da Vodafone, informou em comunicado: "Queremos desenvolver aplicativos avançados para nossos celulares baseados na plataforma LiMo."

O mercado de sistemas operacionais para celulares é liderado pelo Symbian, da Nokia, mas a plataforma tem perdido terreno para a Apple, Research in Motion e Microsoft.

O Linux tem tido pouco sucesso no mundo dos celulares até agora, mas sua importância está crescendo com a plataforma LiMo e Android, do Google.

"Linux, incluindo a Android, vai alcançar volume de celulares de 500 milhões de unidades em cinco anos", disse Veerina, acrescentando que apesar disso, o sistema estará em uma fração dos celulares a serem vendidos ao longo do período. O mercado anual de celulares deve registrar vendas de 1 bilhão de aparelhos somente este ano.

Entre os membros apoiadores da fundação sem fim lucrativos LiMo estão operadoras como NTT DoCoMo, Verizon, Orange e SK Telecom.