Gênio da computação de 9 anos não escapa da lição de casa

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009 12:24 BRST
 

Por Kash Cheong

CINGAPURA (Reuters) - Ele foi manchete do noticiário pelas habilidades na programação de softwares, mas o garoto de 9 anos Lim Ding Wen, de Cingapura, só tem permissão para brincar com o computador por duas horas ao dia, com a condição de que antes tenha finalizado sua lição de casa.

Ding Wen, que começou a usar um computador aos dois anos de idade, tornou-se celebridade depois de escrever uma aplicação para o iPhone batizada de Doodle Kids, que permite aos usuários desenhar usando os dedos na tela do celular e depois apagar os desenhos simplesmente chacoalhando o aparelho.

A aplicação, disponível na loja iTunes da Apple, tem atualmente mais de 27 mil usuários em todo o mundo.

"Programação é fácil, eu só tenho um interesse natural nisso", disse o rapaz à Reuters. "É divertido."

O pai de Lim, Lim Thye Chean, é diretor de tecnologia de uma empresa local e o garoto cresceu rodeado de computadores. O pai conta conta que o filho começou a fazer perguntas sobre programação dois anos atrás e ele decidiu começar a ensiná-lo em um velho Apple II GS de 16 bits, acreditando que assim seria fácil o suficiente para o menino.

Desde então, Ding Wen já aprendeu seis linguagens de programação e completou algo como 20 projetos.

"Ding Wen não é um gênio. Ele apenas se dedica bastante a tudo o que faz. Qualquer um que se interesse pode programar", disse Lim.

As habilidades de Ding Wen podem estar muito além da idade --ele está escrevendo outro jogo para iPhone--, mas ele ainda vive a rotina normal de um garoto de nove anos e isso envolve lição de casa e outras regras domésticas.

"Duas horas de computador por dia e somente depois da lição", disse o garoto, com mau humor.

Sua mãe, Zhao Yan, disse que ele também deve ir bem na escola. "Ele não precisa estar entre os três primeiros, somente entre os 10", afirmou. No ano passado, ele foi o décimo em sua classe.