Qualcomm, HP, MySpace e mais 12 vão aderir à Symbian

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009 12:08 BRST
 

HELSINQUE (Reuters) - Qualcomm, Hewlett-Packard, MySpace e mais 12 empresas aderiram ao Symbian nesta quinta-feira, dando ao sistema operacional escala maior que a do Android, do Google, no campo de batalha de software para celulares.

O foco do mercado de celulares vem mudando para o desenvolvimento de software desde que o Google e a Apple entraram no mercado de comunicação móvel, nos dois últimos anos.

O mercado de plataformas de software em celulares é liderado pelo sistema operacional Symbian, mas ele perdeu terreno diante da Apple, Research in Motion e outros novos rivais ao longo do ano passado.

Desde então, 78 empresas anunciaram que planejavam aderir à Symbian Foundation a fim de conseguir acesso ao software que ela produz.

Atelier, Bank of America, Gemalto, Imagination Technologies, Mobica, Nanoradio, Omron Software, SanDisk, SESCA, SiRF Technology e VirtualLogix também anunciaram sua adesão à fundação na quinta-feira.

Em dezembro, a plataforma Android, do Google, anunciou novas adesões, e hoje conta com 47 participantes.

A Nokia entregará ativos da Symbian para a Symbian Foundation, uma organização sem fins lucrativos, unindo-se a importantes fabricantes de celulares, operadores de rede e fabricantes de chips de comunicação para criar uma plataforma de fonte aberta.

A Nokia afirmou que vê a Symbian Foundation como maneira mais rápida de colocar novos produtos no mercado. Os membros da fundação também evitam a necessidade de pagar honorários a criadores externos de software.

A maior fabricante de celulares do mundo espera lançar o primeiro software da Symbian Foundation este ano e introduzir uma nova plataforma até junho de 2010.