Microsoft vai adaptar Windows 7 para netbooks

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009 09:39 BRT
 

Por Jim Finkle

BOSTON (Reuters) - A Microsoft delineou planos para compensar o declínio de sua receita causado pela virada do mercado na direção dos netbooks de baixo custo, mas não anunciou novas medidas de cortes de custo, o que levou suas ações à cotação mais baixa em 11 anos na terça-feira.

O presidente-executivo da companhia, Steve Ballmer, disse em uma reunião com analistas em Nova York, na terça-feira, que a Microsoft oferecerá versões do sistema operacional Windows 7, ainda não lançado, adaptadas aos netbooks, como parte dos esforços da empresa para elevar as receitas geradas com esses computadores de baixo custo e grande sucesso de vendas.

Mas as ações da Microsoft registraram queda de mais de três por cento depois que Ballmer pôs fim às esperanças de alguns investidores quanto a cortes de custos acelerados. A Microsoft anunciou planos para demitir 5 mil funcionários, em 22 de janeiro, como parte de um plano anual de economia de custos de 1,5 bilhão de dólares.

"Não creio que faça sentido para nós recuar e imaginar se poderíamos ter reduzido os custos em mais 2 bilhões de dólares", disse Ballmer na reunião com os analistas.

Jeff Gaggin, da Avian Securities, disse que os investidores ficaram decepcionados com a decisão de Ballmer de adiar novas medidas de corte de custos, e que o executivo havia optado por não reassegurá-los de que o conselho manterá a atual política de dividendos da empresa. "Há muita coisa aberta a interpretação", disse Gaggin.

A Microsoft, que um mês atrás culpou os netbooks por seu lucro trimestral inferior ao esperado, disse que planeja lançar uma versão barata do Windows 7 para esses computadores portáteis e facilitar aos usuários a atualização para edições mais caras.

"Teremos participação maior no mercado de netbooks", disse Ballmer, enquanto descrevia perspectivas econômicas sombrias. "Eu costumo pensar no que está acontecendo como um reinício econômico. Não é uma recessão da qual haja uma recuperação simples", afirmou.

Ballmer disse que continua interessado em uma parceria com o Yahoo para concorrer com o Google, líder das buscas na Internet, mas que não está interessado em adquirir a empresa.   Continuação...

 
<p>Visitante da CES testa recurso de sensibilidade ao toque do Windows 7. O presidente-executivo da companhia, Steve Ballmer, disse que a Microsoft oferecer&aacute; vers&otilde;es do sistema adaptadas aos netbooks.</p>