Taiwan vai apresentar plano para setor de memória DRAM

segunda-feira, 2 de março de 2009 10:28 BRT
 

Por Baker Li

TAIPÉ (Reuters) - O governo de Taiwan vai anunciar esta semana um plano para ajudar o setor de chips de memória a enfrentar o longo excedente de oferta e a falta de dinheiro em caixa que colocam em risco a sobrevivência das fabricantes de chips de memória da ilha.

Os analistas dizem que o governo pode inicialmente criar uma nova holding para as os chips dynamic random access makers (DRAM), por meio da qual empresas estrangeiras poderiam contribuir com tecnologias avançadas em troca de participação acionária.

Sob a nova empresa, o governo tentaria combinar os fabricantes locais de segundo escalão e uma ou mais empresas estrangeiras, em longo prazo, e os analistas afirmam que isso posicionaria melhor a nova companhia para concorrer com os dois líderes do mercado mundial, a Samsung Electronics e a Hynix Semiconductor.

Desde o final de dezembro, as três maiores fabricantes taiuanesas de chips DRAM, Powerchip, Nanya Technology e ProMOS, vem trabalhando com o governo em diversos planos de reestruturação que as poderiam unir a seus parceiros estrangeiros, como a japonesa Elpida ou a U.S. Micron, dos Estados Unidos.

"As companhias (de DRAM) de Taiwan não dispõem de caixa suficiente no momento. A missão do governo é simples e todos precisam unir seus recursos," disse Frank Wang, analista do Morgan Stanley.

Muitos fabricantes de chips DRAM registraram trimestres consecutivos de prejuízos, devido à queda na demanda por aparelhos eletrônicos causada pela crise econômica mundial.

Taiwan produz cerca de um quarto dos chips de memória DRAM do planeta; eles são usados na maioria dos computadores pessoais e em outros produtos eletrônicos. A saúde das fabricantes de chips serve como indicador da força da demanda mundial por tecnologia.

O Ministério da Economia de Taiwan informou que um grande plano será anunciado ainda esta semana. O ministro da Economia do país havia dito à Reuters, anteriormente, que o governo dispõe de até 70 bilhões de dólares de Taiwan (2 bilhões de dólares) para o resgate ao setor, e pode assumir participação importante em qualquer uma das joint ventures planejadas.

(Reportagem adicional de Argin Chang)

 
<p>O governo de Taiwan vai anunciar esta semana um plano para ajudar o setor de chips de mem&oacute;ria a enfrentar o longo excedente de oferta e a falta de dinheiro em caixa que colocam em risco a sobreviv&ecirc;ncia das fabricantes de chips de mem&oacute;ria da ilha.</p>