Fabricante de chips de memória Spansion pede concordata

segunda-feira, 2 de março de 2009 10:43 BRT
 

Por Emily Chasan

NOVA YORK (Reuters) - A Spansion, terceira maior fabricante mundial de chips de memória flash, pediu proteção judicial contra falência nos Estados Unidos no domingo, ingressando no grupo de produtoras de chips que sucumbiram à queda nos preços e à recessão.

A Spansion, que recentemente havia informado que estava explorando a venda da companhia, informou que planeja usar o tempo da proteção judicial para reestruturar obrigações de dívida e voltar a se concentrar em divisões mais lucrativas.

A companhia e quatro afiliadas nos Estados Unidos pediram proteção contra falência listando ativos de 3,84 bilhões de dólares e dívidas de quase 2,4 bilhões de dólares.

A Spansion compete com a Samsung Electronics e com a Toshiba. A empresa tinha 14 por cento de participação no mercado de memória flash em 2008.

A empresa informou que planeja se concentrar em produtos de memória flash embarcados que são usados em aparelhos de DVD, gravadores de vídeo e roteadores de rede.

A Fujitsu detém cerca de 11,4 por cento da Spansion e a AMD possui cerca de 8,7 por cento da empresa.

A Spansion tem 1.800 funcionários e 6.100 trabalhadores em subsidiárias internacionais.