Vendas mundiais de chips caem 29% em janeiro, com fraca demanda

segunda-feira, 2 de março de 2009 12:34 BRT
 

(Reuters) - As vendas globais de semicondutores caíram cerca de 29 por cento em janeiro, em meio ao forte declínio na demanda por uma série de produtos que utilizam chips, variando de computadores pessoais a telefones móveis e produtos automotivos.

A Associação da Indústria de Semicondutores (SIA, na sigla em inglês) informou que as vendas recuaram a 15,3 bilhões de dólares em janeiro, ante 21,5 bilhões de dólares há um ano. As vendas em janeiro registraram baixa de 12 por cento na comparação com dezembro de 2008.

"As vendas mundiais de semicondutores em janeiro, historicamente um mês relativamente fraco para a indústria, refletiram a contínua erosão da confiança do consumidor e os efeitos da recessão econômica global", afirmou George Scalise, presidente da associação, em um comunicado.

Os níveis de estoque estão muito baixos e há alguns sinais de que a visibilidade está melhorando, acrescentou Scalise.

Medidas adotadas em outros países têm potencial para conduzir a demanda futura por semicondutores, disse a SIA.

(Por Bijoy Koyitty )

 
<p>Funcion&aacute;rio ajusta m&aacute;quina de fabricante de semicondutores, nas Filipinas. As vendas globais de semicondutores ca&iacute;ram cerca de 29 por cento em janeiro, em meio ao forte decl&iacute;nio na demanda por uma s&eacute;rie de produtos que utilizam chips, variando de computadores pessoais a telefones m&oacute;veis e produtos automotivos.</p>