Palm faz alerta sobre vendas e ações desabam

quarta-feira, 4 de março de 2009 10:57 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - A Palm emitiu no final da terça-feira um alerta sobre receita trimestral inferior à esperada devido a uma demanda menor por modelos mais antigos de seus aparelhos, fraqueza da economia e atraso nos embarques do Treo Pro nos Estados Unidos. O alerta fez as ações da empresa despencarem 11 por cento no pregão eletrônico.

A empresa previu que continuará a sofrer pressões sobre a margem de lucros de produtos mais antigos, no atual trimestre, enquanto se prepara para lançar o celular Pre. O anúncio foi um banho de água fria no otimismo dos investidores uma vez que a expectativa era de que o novo modelo equipado com tela sensível a toques reanimasse a Palm rapidamente.

A empresa também anunciou que está procurando maneiras de reforçar sua posição de capital, enquanto tenta contra-atacar rivais como o iPhone, da Apple, e o BlackBerry, da Research in Motion.

"O muito aguardado lançamento do Palm Pre continua nos trilhos, para o primeiro semestre de 2009, mas, como era de esperar, temos um difícil período de transição a superar", afirmou Ed Colligan, presidente-executivo da Palm, em comunicado.

Em resultados preliminares sobre o terceiro trimestre fiscal encerrado em 27 de fevereiro, a Palm anunciou que espera que a receita caia a uma faixa de entre 85 milhões e 90 milhões de dólares.

Isso se compara a uma previsão média de receita de 155 milhões de dólares dos analistas, de acordo com a Reuters Estimates. A empresa publica resultados trimestrais em 19 de março.

A Palm informou que o saldo de caixa, equivalentes de caixa e investimento de curto prazo deve ficar entre os 215 milhões e os 220 milhões de dólares no final do terceiro trimestre fiscal.

A empresa afirma que possui caixa suficiente, mas pretende reforçar seu capital devido às dificuldades da economia e ao lançamento do Pre.

 
<p>A Palm emitiu no final da ter&ccedil;a-feira um alerta sobre receita trimestral inferior &agrave; esperada devido a uma demanda menor por modelos mais antigos de seus aparelhos, fraqueza da economia e atraso nos embarques do Treo Pro nos Estados Unidos. O alerta fez as a&ccedil;&otilde;es da empresa despencarem 11 por cento no preg&atilde;o eletr&ocirc;nico</p>