Incursão da Cisco em servidores pode causar onda de fusões

segunda-feira, 16 de março de 2009 10:43 BRT
 

Por Ritsuko Ando

NOVA YORK (Reuters) - A incursão da Cisco Systems ao mercado de servidores vai colocá-la em oposição a empresas de quem foi parceira por muito tempo, como a IBM e a Hewlett-Packard, e pode deflagrar uma onda de transações no setor de tecnologia.

A Cisco deve lançar nesta segunda-feira um servidor blade --um servidor projetado para economizar espaço-- e uma série de produtos de computação destinados a centrais de processamento de dados, utilizando tecnologia da produtora de equipamentos de armazenagem de dados EMC e da produtora de software de virtualização VMware.

Outros parceiros da Cisco incluem Intel, Microsoft e BMC Software, de acordo com uma pessoa que conhece os termos do anúncio, mas não está autorizada a falar publicamente sobre ele.

Como fornecedora dominante de servidores e comutadores que direcionam o tráfego da Internet, a grande vantagem da Cisco é que seu equipamento de rede já é onipresente nas centrais de processamento de dados.

Os analistas antecipam que a empresa, comandada pelo presidente-executivo John Chambers, combine seus novos servidores com produtos de armazenagem e software, a fim de ajudar os clientes a administrarem suas centrais de processamento de dados de maneira mais barata e eficiente. A Cisco se recusou a revelar quaisquer detalhes do projeto, que é conhecido internamente pelo codinome Califórnia.

Ao se expandir para o mercado de servidores a Cisco estaria oferecendo um desafio direto à IBM e HP, que ajudam a vender o equipamento de redes da Cisco a empresas que são clientes mútuas.

Analistas dizem que a IBM e a HP podem procurar alianças ou aquisições que concorram com a Cisco.

"A possibilidade é de que a Cisco termine por pressionar IBM e HP. Acredito que a HP e outras empresas estejam pensando em alternativas", disse Avi Cohen, analista da Avian Securities.   Continuação...