Telefónica nega novo acordo de rede com Vodafone

terça-feira, 17 de março de 2009 11:28 BRT
 

MADRI (Reuters) - A Telefónica minimizou nesta terça-feira notícias da imprensa de que está avaliando a possibilidade de compartilhar redes com a Vodafone nos mercados em que as empresas competem.

"O último acordo de compartilhamento de redes com a Vodafone é de 2007 e não há nada novo para contar", disse Guillermo Ansaldo, responsável pela divisão espanhola do grupo Telefónica.

Nesta manhã, o jornal Expansión afirmou que as operadoras estudam integrar suas redes de telecomunicações móveis nos diferentes países em que competem, incluindo a Espanha.

Fontes da Telefónica se limitaram a afirmar que a operadora continua compartilhando infra-estrutura com a Vodafone na Espanha.

Ansaldo apresentou nesta terça-feira uma série de ofertas e descontos aos clientes na Espanha, entre os quais destacou uma redução de até 50 por cento nas faturas de telefonia fixa e móvel para aqueles em situação de desemprego.

"Meio milhão de clientes da Telefónica poderão se beneficiar de 50 por cento de desconto nas suas faturas este ano", disse Ansaldo.

O custo máximo dessa medida ficará em 100 milhões de euros em 2009, mas Ansaldo afirmou que a Telefónica estima que o impacto final será inferior, embora tenha se recusado a fornecer dados mais concretos.

A Telefónica também oferecerá aos seus clientes a eliminação da taxa mensal (14 euros por linha fixa) contando que os assinantes se comprometam a consumir valor similar em chamadas.

O lançamento dessas ofertas, que em parte terão que ser aprovadas por autoridades regulatórias, coincide com a perda da cota de mercado que a Telefónica --assim como seus concorrentes diretos Vodafone e Orange-- sofreu na reta final de 2008 no negócio de telefonia móvel na Espanha para a operadora de baixo custo Yoigo e operadoras móveis virtuais.   Continuação...