Nokia vai cancelar "Mosh" apesar do sucesso

quinta-feira, 19 de março de 2009 10:08 BRT
 

HELSINQUE (Reuters) - Para abrir seu avanço rumo aos serviços de Internet, a Nokia colocou os usuários no comando ao inaugurar o site social Mosh, em 2007, que permitia que as pessoas publicassem o que desejassem.

Menos de dois anos mais tarde, a maior fabricante mundial de celulares decidiu encerrar esse esforço de "dar poder ao povo", fechando um site que atraiu larga audiência em todo o mundo, ao contrário da maioria dos novos serviços lançados pela empresa.

O Mosh (mosh.nokia.com/) é um site simples, que permite acesso por meio de qualquer celular ou celular inteligente, mas também pode ser usado de um computador.

Foi comparado por seus usuários às origens da Internet, quando as pessoas podiam ganhar acesso a conteúdo e compartilhá-lo com os outros gratuitamente.

"Não sabemos exatamente em que direção ele irá e não estamos inteiramente no controle", disse George Linardos, um dos fundadores do site, à Reuters, pouco depois de sua abertura.

Não existe data oficial para o fechamento do Mosh, mas a Nokia deve lançar sua loja Ovi em maio, unindo sua loja de software Download! com o Mosh e o serviço de widgets WidSets.

Como a Internet, o Mosh atraiu muito conteúdo pornográfico, e também alimentou a tensão entre a Nokia e as gravadoras, com as quais a empresa coopera de maneira estreita para suas ofertas de música.

O Mosh atingiu até agora os 137 milhões de downloads. Sua expansão foi mais lenta que a da AppStore, da Apple, mas não havia uma máquina de marketing promovendo o serviço.

"A idéia nunca foi a de que durasse para sempre, e estou surpreso que tenha durado tanto", diz o artista Derrick Welsh, conhecido como "moshing" no site.

Welsh disse que não pode usar o Mosh de uma sala pública de computadores em uma galeria de arte em Newcastle, Inglaterra, devido ao seu conteúdo explícito.

A Nokia é a primeira fabricante de celulares a avançar fortemente no segmento de conteúdo, com sua loja de música, serviço de jogos N-gage e a loja de aplicativos e mídia Ovi, que será inaugurada em breve para concorrer diretamente com a App Store, da Apple.

 
<p>Menos de dois anos ap&oacute;s o lan&ccedil;amento em 2007, a Nokia decidiu encerrar site Mosh</p>