Plataforma emperrada desafia astronautas fora da estação

segunda-feira, 23 de março de 2009 21:53 BRT
 

Por Irene Klotz

HOUSTON (Reuters) - Dois astronautas usaram sem sucesso na segunda-feira pés-de-cabra e a força bruta para tentar liberar um equipamento travado no lado de fora da Estação Espacial Internacional. Em seis horas no exterior da estação, eles deveriam prepará-la para a última fase da sua construção.

Os astronautas do ônibus espacial Discovery Richard Arnold e Joseph Acaba afinal amarraram a plataforma de carga emperrada e deixaram o problema para futuras missões.

"Sei que não foi o que queríamos, mas vocês fizeram um ótimo trabalho", disse por rádio o astronauta Steven Swanson, de dentro da cabine do Discovery, aos colegas Arnold e Acaba.

Flutuando 355 quilômetros acima do norte da China, os dois astronautas, ambos ex-professores do ensino médio, deixaram a câmara de ar da estação pouco antes das 13h (hora de Brasília).

"Obrigado novamente por saírem hoje", disse o comandante da estação, Mike Fincke, por rádio à dupla. "É provavelmente a última EVA (atividade extraveicular, na sigla em inglês) para esta missão do Discovery. Só queremos dizer para que vocês usem todo o tempo, aproveitem e façam um bom trabalho."

Foi a segunda saída de ambos ao espaço. Cada um deles havia saído uma vez sob o comando de Swanson para realizar melhorias no sistema elétrico da estação, afrouxar conexões de baterias e completar outras tarefas.

Na atividade de segunda-feira, a última das três previstas em oito dias de permanência do Discovery na estação, Arnold e Acaba lutaram contra um anexo da plataforma de cargas que desde sábado se negava a ficar no lugar certo.

O ônibus deve partir de volta à Terra na quarta-feira, e tem chegada prevista para sábado no Centro Espacial Kennedy, na Flórida.

A Nasa ainda prevê realizar mais nove viagens à estação e uma missão de manutenção ao telescópio orbital Hubble antes de aposentar os ônibus, em 2010.