Jovens da Ásia não vivem sem TV e Internet, diz pesquisa

terça-feira, 24 de março de 2009 09:04 BRT
 

CINGAPURA (Reuters) - Quer ser compreendido pela juventude asiática? Faça isso por meio da mídia ou da música, segundo um levantamento que revelou que a maioria dos jovens gasta em média 10 horas por dia assistindo à televisão, navegando na Internet, lendo revistas ou escutando rádio.

Com a intenção de encorajar os anunciantes, o levantamento anual Synovate Young Asians, que pesquisou cerca de 13 mil pessoas com idades entre 8 e 24 anos, também mostrou que grande parte deste público tem representatividade em uma série de compras que variam desde tênis e roupas até o carro da família.

"Com tanto tempo gasto diariamente em consumo de mídia, temos toda razão para acreditar que comunicações de marca são filtradas completamente e influenciam decisões de compra", disse Miranda Cheung, diretora administrativa de pesquisa de mercado da Synovate, em Cingapura, em uma comunicado.

Quase um terço dos jovens pesquisados afirmou que planeja o dia de acordo com os programas de TV favoritos, na esperança de acompanhar cada episódio, revelou o levantamento.

Até um quarto dos entrevistados afirmou que não poderia viver sem Internet, e dois terços responderam que precisam escutar música todo dia.

"As crianças estão assistindo à TV, mas também conversando no telefone. Elas estão na Internet com o rádio ligado no fundo. Ou podem estar enviando um email, uma mensagem de texto pelo celular e jogando um game online ao mesmo tempo", acrescentou ela.

Os coreanos gastam mais de 13 horas por dia --o maior tempo em toda a região-- consumindo alguma forma de mídia, seguidos pela juventude de Hong Kong e Cingapura.

A Synovate descobriu que 35 por cento dos jovens aumentou o uso de Internet no ano passado. Aproximadamente um quarto gastou mais tempo assistindo à televisão, enquanto 34 por cento afirmou que passou mais tempo ouvindo música.

O levantamento incluiu 12 países na Ásia, inclusive o Vietnã e o Japão pela primeira vez.