Executivo da Samsung nos EUA dá esperança ao setor de chips

sexta-feira, 27 de março de 2009 16:26 BRT
 

Por Clare Baldwin

SAN JOSE, Califórnia (Reuters) - A Samsung projeta escassez de suprimento no mercado mundial de chips de memória, depois dos severos cortes de produção do ano passado, o que ecoa a opinião de alguns observadores setoriais que esperam que uma virada surja em breve nesse traumatizado setor.

Jim Elliott, vice-presidente de marketing de memória da Samsung para as Américas, também disse à Reuters na quinta-feira que acreditava que a oferta de chips de memória flash NAND --usados em players digitais de música como o iPod, da Apple, e em celulares-- subisse apenas entre 30 por cento e 40 por cento em 2009.

Isso marcaria o primeiro ano de crescimento inferior a 100 por cento, disse ele em entrevista.

"Na ponta da cadeia de suprimento, houve diversas correções excessivas em novembro e dezembro, depois que a desaceleração econômica começou a se fazer sentir com intensidade, e o processo se acelerou em outubro. O resultado é que não restam muitos estoques no canal de vendas", disse Elliott, de seu escritório em San Jose.

"Vamos começar a ver escassez localizada aqui e ali", ele declarou em entrevista. "Podemos estar caminhando para alguma forma de recuperação".

Depois de dois anos de declínio nos preços dos chips, o setor está flertando com esperanças de recuperação, à medida que as empresas reduzem a oferta e avança a consolidação. A Qimonda, da Alemanha, pediu proteção à falência em janeiro e o governo de Taiwan está tentando reestruturar o setor de chips de memória no país.

As ações das fabricantes asiáticas de chips --da Samsung, a maior fabricante mundial de chips de memória e segunda maior produtora de semicondutores, à Hynix-- subiram na quinta-feira devido à melhora das perspectivas no abalado setor, com o avanço nos preços dos chips e os principais fabricantes sinalizando uma recuperação.

A despeito da alta nos preços das ações, alguns analistas sustentam perspectivas cautelosas quanto ao setor, argumentando que qualquer aperto no suprimento duraria pouco.

 
<p>A Samsung projeta escassez de suprimento no mercado mundial de chips de mem&oacute;ria, depois dos severos cortes de produ&ccedil;&atilde;o do ano passado, o que ecoa a opini&atilde;o de alguns observadores setoriais que esperam que uma virada surja em breve nesse traumatizado setor.</p>