Gastos globais com TI devem cair 3,8% em 2009, segundo o Gartner

terça-feira, 31 de março de 2009 15:02 BRT
 

LONDRES (Reuters) - As empresas estão cortando gastos com TI a uma taxa mais rápida que em 2001, quando a bolha da Internet estourou, disse a empresa de pesquisa Gartner nesta terça-feira, diante do avanço da recessão global.

Os gastos com TI ao redor do mundo estão previstos para atingirem o valor de 3,2 trilhões de dólares em 2009, uma queda de 3,8 por cento em comparação aos quase 3,4 trilhões de dólares gastos no ano passado, afirmou a Gartner.

"As organizações de TI ao redor do mundo estão sendo questionadas para que reduzam o orçamento, enquanto os consumidores estão cortando gastos supérfluos", afirmou em um comunicado Richard Gordon, chefe de previsão global da Gartner.

"A velocidade e a severidade da reação dos empresários e consumidores em relação a estas circunstâncias econômicas resultará em uma queda do mercado de TI em 2009 que será pior que o declínio de 2,1 por cento registrado nos gastos do setor em 2001, quando os investimentos em Internet sofreram", afirmou.

A Gartner considerou que a queda será mais severa no setor de produção de equipamentos de hardware, onde os gastos devam ser reduzidos em cerca de 14,9 por cento neste ano.

Os setores de serviços de TI e de telecomunicações também devem encolher, 1,7 por cento e 2,9 por cento, respectivamente, avaliou a Gartner, mas o setor de software deve continuar crescendo, embora somente 0,3 por cento.

(Reportagem de Paul Sandle)