IBM venderá "computação em nuvem" para empresas

quarta-feira, 1 de abril de 2009 09:23 BRT
 

BOSTON (Reuters) - A IBM venderá um conjunto de softwares de colaboração para empresas, incluindo gerenciador de contatos, mensagens instantâneas e programas de compartilhamento de arquivos. Este é o maior esforço da companhia até agora para vender software como serviço.

A medida que deve ser anunciada nesta quarta-feira coloca a gigante norte-americana contra companhias já estabelecidas neste mercado, incluindo a Microsoft, o Google e a Zoho.

A IBM cobrará de 10 a 45 dólares por usuário corporativo por mês para o conjunto de softwares, que hospedará nos seus próprios centros de processamento de dados e entregará por meio da Web, informou um executivo da companhia em entrevista. A suíte de softwares será disponibilizada a partir de 7 de abril.

"O que vocês estão vendo são os começos de todo o movimento da IBM em direção à computação em 'nuvem'", disse o vice-presidente da IBM, Sean Poulley.

"Computação em nuvem" se refere à variedade de modos pelos quais companhias de tecnologia oferecem serviços de computação por meio da Internet a partir de centros de processamento de dados afastados.

A empresa de pesquisa do mercado de tecnologia Gartner estima que o mercado global para softwares corporativos em nuvem, serviços de computação e armazenamento somará cerca de 10 bilhões de dólares neste ano. Isso continua sendo uma fração dos 223 bilhões de dólares que o Gartner projeta para o mercado tradicional de software para empresas.