Venda da indiana Satyam deve acontecer até a metade de abril

quinta-feira, 2 de abril de 2009 09:58 BRT
 

Por Sumeet Chatterjee

BANGALORE (Reuters) - As ofertas financeiras pela Satyam Computer serão submetidas até a semana que vem, e a venda da empresa indiana de terceirização de serviços tecnológicos, abalada por fraudes, deve ser concluída até a metade de abril, declarou uma fonte familiarizada com os acontecimentos.

"Até 9 de abril teremos apresentado os lances finais e as ofertas financeiras", disse um banqueiro diretamente envolvido no processo à Reuters.

O conselho da companhia, indicado pelo governo, havia declarado no mês passado que esperava fechar com um comprador até o dia 30 de abril.

"A expectativa é de que a conclusão surja bem antes disso", disse outra fonte, que não tem autorização para falar com a imprensa sobre o processo de venda. "Deve ser finalizada nas duas próximas semanas".

Uma porta-voz da Satyam afirmou que a empresa não faria comentários sobre a concorrência.

Ela disse que o conselho do grupo, sediado na cidade de Hydebarad, no sul da Índia, deveria se reunir em Mumbai na sexta-feira, mas não comentou sobre a agenda da reunião.

A Satyam, cujo valor de mercado caiu a cerca de 530 milhões de dólares, ante sete bilhões de dólares em maio passado, quer encontrar um comprador que restaure a confiança de seus 50 mil funcionários e mais de 600 clientes.

A empresa entrou em crise em janeiro depois que seu fundador e presidente do conselho, Ramalinga Raju, se demitiu ao revelar que os lucros anunciados por muitos anos eram falsos e que os ativos da empresa também tinham sido falsificados. Raju está preso.

O conglomerado indiano de mecânica pesada Larsen & Toubro e a Tech Mahindra, uma empresa de terceirização de médio porte, estão entre os interessados, e a imprensa local informou que o WL Ross & Co, um fundo norte-americano de capital privado, também entrou na disputa.