Três grupos estão interessados em adquirir a HanseNet

sexta-feira, 3 de abril de 2009 12:07 BRT
 

Por Victoria Howley e Stefano Rebaudo

LONDRES/MILÃO (Reuters) - A Vodafone, a Telefónica e a United Internet avaliam adquirir a divisão HanseNet da Telecom Italia, em uma transação que pode atingir o valor de um bilhão de euros (1,34 bilhão de dólares), disseram três pessoas familiarizadas com o assunto.

A Telecom Italia contratou o Morgan Stanley para explorar a possível venda de sua unidade de acesso banda larga à Internet na Alemanha, e as empresas mencionadas estão entre aquelas que receberam informações sobre a venda, informaram duas fontes bancárias de primeiro escalão.

O Morgan Stanley se recusou a comentar. "As empresas estão estudando a HanseNet e propostas sem compromisso de aquisição devem ser apresentadas no final de abril", disse um executivo bancário.

O UBS afirmou em relatório na quinta-feira que avaliava a HanseNet em um bilhão de euros, cerca de 4,25 vezes a receita da empresa antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA, da sigla em inglês) em 2008, que foi de 238 milhões de euros.

Um dos executivos financeiros, entretanto, disse que essa avaliação é elevada demais, especialmente porque o grupo de telecomunicações alemão Freenet continua tentando vender sua divisão de banda larga DSL.

Os analistas estimam que o valor justo da divisão da Freenet possa variar de 200 milhões a 400 milhões de euros, ante rumores sobre uma avaliação de 550 milhões de euros ainda na metade de janeiro.

Aapo Markkanen, analista da IHS Global Insight em Londres, afirmou que a HanseNet era um negócio mais atraente que a Freenet, por ter mais assinantes de banda larga.

"Mas a crise financeira significa que os compradores vão adiar a decisão sobre a HanseNet para determinar se é possível adquiri-la a preço mais baixo", ele acrescentou.

Franco Bernabe, presidente-executivo da Telecom Italia, declarou diversas vezes que os ativos essenciais de sua empresa só serão vendidos pelo preço certo.

"Caso o valor seja correto, a empresa levará a venda adiante; de outra forma, avaliará o que fazer", disse uma fonte.