Steve Jobs mantém controle sobre Apple, diz jornal

segunda-feira, 13 de abril de 2009 09:25 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - Há mais de três meses afastado da Apple por licença médica, o presidente-executivo Steve Jobs permanece envolvido no controle das decisões mais importantes da companhia, informou o Wall Street Journal, citando pessoas próximas do assunto.

O vice-presidente de operações, Tim Cook, responde pelas operações diárias, mas Jobs continuou trabalhando em casa nas principais estratégias e produtos da Apple, publicou o jornal no site.

O executivo regularmente revisa produtos e projetos, e esteve particularmente envolvido na interface ao usuário do novo sistema operacional do iPhone, lançado no mês passado, acrescentou o veículo.

Jobs, co-fundador da Apple e considerado o líder criativo da empresa, também participa do desenvolvimento de projetos futuros, segundo o jornal, citando pessoas com conhecimento da estratégia da companhia.

Jobs, 54, que em 2004 fez tratamento contra um raro tipo de câncer pancreático, tirou licença médica no começo de janeiro, dizendo que retornaria em junho e continuaria comprometido com as "principais decisões estratégicas enquanto estivesse fora".

Mas ele não fez aparições públicas ou comunicados desde então, e não está claro o quão envolvido ele continuará nas decisões, de acordo o jornal.

Jobs não respondeu a pedidos de comentário, segundo o jornal. O porta-voz da Apple, Steve Dowling, disse ao veículo: "Steve continua ansioso para retornar à Apple no final de junho."

 
<p>Presidente da Apple, Steve Jobs, apresenta MacBook Air durante Macworld em San Francisco, em janeiro do ano passado. H&aacute; mais de tr&ecirc;s meses afastado da empresa por licen&ccedil;a m&eacute;dica, Jobs permanece envolvido no controle das decis&otilde;es mais importantes da companhia.</p>