Yahoo cortará centenas de vagas na 1a rodada de cortes de Bartz

quarta-feira, 15 de abril de 2009 08:49 BRT
 

SAN FRANCISCO (Reuters) - O Yahoo pretende demitir centenas de funcionários na primeira rodada de cortes de emprego desde que Carol Bartz se tornou presidente-executiva em janeiro, afirmou uma fonte com conhecimento da situação à Reuters.

As demissões podem ser anunciadas na próxima terça-feira, quando a companhia divulgará seus resultados financeiros do primeiro trimestre, segundo a fonte, que preferiu não ser identificada.

A última rodada de cortes da empresa aconteceu em dezembro, sob o comando do ex-presidente-executivo e co-fundador, Jerry Yang. O Yahoo, que é a segunda maior companhia de buscas na Internet dos Estados Unidos, terminou 2008 com aproximadamente 13.600 empregados, 1.600 pessoas a menos em relação ao terceiro trimestre de 2008.

A empresa preferiu não comentar a notícia, publicada primeiramente pelo New York Times na terça-feira.

A redução do quadro de funcionários surge quase um mês depois de Bartz ter implementado uma ampla reorganização administrativa interna, conforme a companhia explora parcerias para ajudar a reativar seu crescimento.

O Yahoo e a Microsoft se reuniram recentemente para discutir um acordo envolvendo os negócios de busca na Internet da companhia, de acordo com uma fonte familiarizada com o assunto que pediu para não ser identificada.

As projeções da companhia apontam queda de até 16 por cento nas vendas do primeiro trimestre, que devem atingir 1,53 bilhão de dólares.

(Reportagem de Alexei Oreskovic)

 
<p>An&uacute;ncio do Yahoo na Times Square em Nova York. A empresao pretende demitir centenas de funcion&aacute;rios na primeira rodada de cortes de emprego desde que Carol Bartz se tornou presidente-executiva em janeiro, afirmou uma fonte &agrave; Reuters.</p>