Anatel cobra mais qualidade das operadoras de celular

sexta-feira, 17 de abril de 2009 20:13 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Em reunião com os presidentes de operadoras nesta sexta-feira, o órgão regulador do setor de telecomunicações brasileiro exigiu mais qualidade do serviço de telefonia celular.

O Sistema de Coleta de Informações (SICI) da Anatel detectou, em março deste ano, 1.352 interrupções no serviço, número 35 por cento maior que em janeiro de 2007, quando elas foram de 998 casos.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) quer, com isso, reduzir os índices de interrupções e reclamações quanto à qualidade do serviço, segundo nota à imprensa.

Para isso, a Superintendência de Serviços Privados (SPV) vai identificar os problemas de cada operadora para encontrar uma solução planejada, disse a agência. Também serão criados grupos de trabalho para estabelecer medidas de curto prazo e ações preventivas.

Entre os principais problemas detectados pela Anatel no serviço celular estão dificuldades de conexão, quedas de ligações e mau atendimento aos usuários.

SEM SERVIÇO POR DOIS DIAS

De acordo com o comunicado, outro indicador que preocupa a agência é o que avalia a quantidade de falhas e defeitos. Segundo o sistema, entre 2007 e 2008 foram mais de 1.700 falhas e defeitos com tempo de recuperação superior a 48 horas, o que significa que diversas áreas ficaram sem o serviço por mais de dois dias, destacou a Anatel.

(Reportagem de Taís Fuoco)