Unidade da Samsung vê expansão forte em celulares inteligentes

segunda-feira, 20 de abril de 2009 10:42 BRT
 

SEUL (Reuters) - A Samsung Mobile Display, unidade de telas para celulares da Samsung Electronics, anunciou no domingo que o mercado mundial de celulares inteligentes deve crescer para 500 milhões de unidades em 2012, ante os 170 milhões de 2009.

Apesar da desaceleração nas economias mundiais e da queda das vendas do mercado de telefonia móvel em geral, as vendas dos celulares inteligentes dotados de amplos recursos, como o iPhone ou o BlackBerry, continuam a crescer.

Os celulares inteligentes responderão por 29 por cento do mercado total de celulares em 2012, ante os 14 por cento de 2009, previu a Samsung Mobile Display em comunicado no qual resume uma apresentação que fez em evento setorial recente.

A unidade, uma joint-venture igualitária ente a Samsung Electronics e a Samsung SDI, também antecipa que telas sensíveis a toques venham a ser adotadas por cerca de 50 por cento dos principais aparelhos portáteis --celulares, câmeras, sistemas de navegação e players digitais de mídia-- que estarão à venda em 2013.

A empresa anunciou que as vendas de celulares inteligentes e a adoção de telas sensíveis estimularão o uso das telas OLED (diodos orgânicos emissores de luz), um segmento pequeno mas que vem crescendo rapidamente.

Os fabricantes de telas para celulares e aparelhos portáteis depositam suas esperanças em telas sofisticadas para os aparelhos móveis mais caros, em um mercado em desaceleração.

Os painéis OLED são vistos como promissores equipamentos de próxima geração, porque são menos espessos e oferecem imagens de qualidade melhor que as dos painéis de cristal líquido e plasma; sua menor durabilidade e preço elevado são os obstáculos.

As telas OLED podem equipar 50 por cento de todos os celulares, dentro dos próximos cinco anos, de acordo com a Samsung Mobile Display, maior fabricante mundial de OLEDs de matriz ativa.

Os OLEDs também podem ser usados em 20 por cento das câmeras digitais e 30 por cento dos players portáteis de videogames, no mesmo período, acrescentou a empresa.